© ddp
"Nunca me senti só. Gosto de estar comigo mesmo. Sou a melhor forma de entretenimento que posso encontrar.”
E se não der certo, a gente tenta, re-tenta e até tri-tenta se por preciso. Mas não podemos, de jeito nenhum, deixar de acreditar.”
Pedro Pinheiro. (via versificar)
Você se apaixona, as pessoas perdem a graça, as músicas te decifram, os filmes te completam, as frases ficam mais clichês. A solidão aperta, a vontade de estar com a pessoa aumenta e quando surge uma oportunidade, o coração dispara, o estômago gela, a respiração fica ofegante. Você adia e continua sentindo tudo sem demonstrar nada.”
Pedro Pinheiro.  (via versificar)
Porque quando você ama sente necessidade da outra pessoa. Não por dependência, carência e outras coisas. Mas porque é bom estar ali, com o corpo junto, coração do lado, ouvindo a respiração. Você se sente em casa.”
Pedro Bial.   (via porredesaudade)
Eu sei que não te falo isso o tempo todo, e que as vezes eu não demonstro o quanto eu gosto de você. Enfim, eu te amo e mesmo que eu faça algumas coisas provando o contrario, saiba que você é a melhor coisa que me aconteceu. Pegamos uma amizade do tipo que eu nunca tive com ninguém, eu te peço desculpas se alguma vez eu te magoei, é a minha maneira de te proteger e dizer que algo que você faz não tá legal. Enfim, eu te quero por perto até quando eu disser que te quero longe.”
Castelo de Cartas.  (via afterlies)
Por favor, não me analise. Não fique procurando cada ponto fraco meu. Se ninguém resiste a uma análise profunda, quanto mais eu… Ciumento, exigente, inseguro, carente. Todo cheio de marcas que a vida deixou. Vejo em cada grito de exigência. Um pedido de carência, um pedido de amor. Amor é síntese. É uma integração de dados. Não há que tirar nem pôr. Não me corte em fatias. Ninguém consegue abraçar um pedaço. Me envolva todo em seus braços. E eu serei o perfeito amor.”
Mário Quintana.   (via s-i-m-p-l-i-f-i-c-a-r)
Ser feliz é uma responsabilidade muito grande. Pouca gente tem coragem.”
Clarice Lispector.    (via porredesaudade)
Vivo de carências.”
Johnny. (via porredesaudade)